10 FEVEREIRO `´ CONCERTO DUPLO `´ TREM AZUL JAZZ STORE

21H30 STEFANO PILIA
22H30 ENRICO MALATESTA

Stefano Pilia (guitarra), e Enrico Malatesta (percussão) figuras de proa da cena musical experimental italiana. Estão de passagem por Lisboa para apresentar a sua música na próxima quarta-feira dia 8 de Fevereiro, sob a forma de dois solos.
Stefano Pilia é um artista altamente preocupado com a investigação da dimensão escultural do som e a sua relação com o espaço, a memória e a suspensão do tempo. Muitos classificam o seu trabalho como uma exploração de drones subsónicos em busca de um minimalismo lírico. É um dos fundadores do 3/4HadBeenEliminated, um grupo de síntese entre a improvisação, composição electro-acústica e avant-rock. Durante o seu percurso colaborou com Mike Watt, David Grubbs , ZU, Phill Niblock, Z’ev, Black Forest Black Sea…etc
blindsuncrows.wordpress.com

www.myspace.com/stefanopilia
Enrico Malatestaé um músico com particular interesse por instrumentos de percussão clássicos. A sua actividade pessoal e pesquisa assentam na redefinição dos fenómenos da dimensão acústica e da própria qualidade dos materiais dos instrumentos de percussão. Para além dos inúmeros trabalhos realizados para teatro e dança têm-se movimentado pelas áreas da música contemporânea, da electroacústica e improvisada. Das suas colaborações destacam-se nomes como Paul Lytton, John Russel, Eugene Chadbourne, Christian Wolfarth, Seijiro Murayama, Tristan Honsinger, Urs Leimgruber, etc…

yoursadness.blogspot.com

http://www.myspace.com/enricomalatesta

———– entrada 5€

Próximos Concertos Dia 27 JAN 21h30 ::: Eduardo Raum Solo & Rodrigo Amado/Gonçalo Almeida/Marco Franco

“The Drive For Impulsive Actions”

Observar o comportamento de insectos e outros bicharocos é uma comum brincadeira de criança mas quanto desta aparentemente irreflectida ou aleatórea maneira de agir é que partilhamos com estes animais? Rir, bocejar, suspirar, mover, lutar e até matar fazem todos parte de um repertório humano de comportamentos contagiosos que são bem menos racionais do que o que gostamos de considerar como humano. E no entanto, todos os exibimos e fazemos parte deles diariamente, em qualquer lugar, em todos os lugares. Em “The Drive For Impulsive Actions”, o novo concerto audiovisual de Eduardo Raon, Harpa, Daxophone, Electrónica e Vídeo são combinados numa performance focada em acções impulsivas, humanas e animais, gestos involuntários socialmente contagiosos e sons orais semi-conscientes.

Embora tenha formação “Clássica” em Harpa, Eduardo Raon nunca se satizfez tendo ambos os pés em terreno reconhecível. Múica Rock, Contemporânea, Experimental, Noise, Pop, Retro ou Electronica fazem todas parte da bagagem caleidoscópica que Raon transporta para o palco. Seja improvisando, compondo ou interpretando, com uma atitute mista  que oscila entre o visceral e o minúsculo, a harpa de Raon é esmagada, esticada, derretida, acendida, consumida, desabrochada, acariciada.

Tem gravado e actuado a solo e com POWERTRIO, Bypass, Deceiving Light, O Espetáculo d’Ontem, Ela Não É Francesa Ele Não É Espanhol e Hipnótica pela Europa. Compõe frequentemente para Cinema, Cinema de Animação, Publicidade, Teatro, Dança e projectos de Artes Plásticas.

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Almeida/ Franco/ Amado, encontram se na Trem Azul no próximo dia 27 JAN, para um encontro musical em que os rasgos energéticos e efusivos sobre um cenário de improvisação livre não iram faltar. No contrabaixo e efeitos Gonçalo Almeida surge como o elo de ligação deste trio, tendo-se  já apresentado em Lisboa ao lado do baterista Marco Franco em outros projectos, com a companhia de Carlos Zingaro e no projecto Tricot com o saxofonista italiano Daniele Martini.

Desta vez o encontro dá se com Rodrigo Amado, experiente saxofonista na área da improvisação, e que desde há muito tem se vindo a apresentar em projectos como: Lisbon Improvisation Players, Motion Trio, Humanization 4Tet, entre outros. Fica a proposta de um concerto em que o improviso e a energia iram andar de mãos dadas.

entrada 5 euros

Estamos encerrados nos sádados, 24 e 31 de Dezembro

Informamos os nossos clientes que vamos estar encerrados nos sábados,  24 e 31 de Dezembro

Durante a primeira semana de Janeiro estamos encerrados para inventário.

Reabrimos a 9 de Janeiro

Boas Festas e Bom Ano 2012

Concerto Robert Foster 16 Dez 21h30

Na continuação da inauguração da exposição de José Carvalho, propomos o concerto de Robert Foster, a começar pelas 21h30.
Projecto criado por Carlos Nascimento (Osso) no início de 2009, Robert Foster tem servido como veículo para a reapropriação de um imaginário prog/new age que sempre o perseguiu desde a infância. Deixando de lado as electrónicas hi-tech que pautavam o seu trabalho enquanto Ghoak, abraça a grandiosidade dos sintetizadores de outrora para lhes conferir uma nova realidade. (…) As gravações mais recentes têm apontado para a serenidade estratosférica. Com uma mão nos teclados de Alan Parsons e outra livre para os transmutar em sci-fi via Portland. Para onde quer que os pratos da balança venham a tender, existe todo um manancial de possibilidades de bonito efeito.

Mais info sobre o artista http://www.myspace.com/robertfost

entrada 3€

Exposição de José Carvalho 16 Dez às 19h

INAUGURAÇÃO DA EXPOSIÇÃO FAMILY TREE DE JOSÉ CARVALHO

Inaugura no próxima sexta, 16 de Dezembro, pelas 19h, na Trem Azul Jazz Store, uma exposição do artista Jóse Carvalho. Também conhecido por 1ma63, José Carvalho é um artista plástico à procura do espaço, da cor e do movimento. Licenciou-se em Artes Plásticas na ESAD das Caldas-da-Rainha e viveu em Estugarda, onde desenvolveu diversas exposições colectivas e individuais que intensificaram o seu percurso criativo. Tem realizado vários trabalhos em parceria com a GAU Galeria de Arte Urbana. O seu espaço de criação é uma mistura entre a rua e o ateliê. Nesta sua apresentação na Trem Azul mostra-nos uma árvore de família, criada a partir de pessoas e personagens, apropriações de fotografias a preto e branco, vandalizadas pelo uso diário de tintas e camadas de cor, que enaltecem a necessidade de preencher o branco que existe no dia-a-dia de cada um. Imagens realizadas com o carimbo da arte de rua, que caracteriza o trabalho plástico do artista. “(…) é com muito gosto que acompanho o trabalho de José Carvalho noutro palco do Bairro Alto, a Galeria de Arte Urbana, espaço que ajudei a construir, e que tem tido no José Carvalho um companheiro e prolífico colaborador.(…)” Pedro Soares Neves A exposição vai estar patente na Trem Azul Jazz Store até ao dia 16 de Fevereiro e pode ser visitada durante o hórario normal de funcionamento da loja.

Mais info sobre o artista:

www.j-carvalho.blogspot.com

www.flickr.com/photos/josebarroco

 

Sugestões de Natal

É uma espécie de praga sazonal, não tanto o Natal, mas a parafernália que se lhe associa. A possibilidade de partilhar música é sempre gratificante e se vamos continuar a ter as trocas de prendas, como um dos momentos emblemáticos no Natal , mais vale que seja com discos.

07 DEZEMBRO_CONCERTO DUPLO_TREM AZUL JAZZ STORE

21H30

MARGARIDA GARCIA  + BRUNO SILVA
MANUEL MOTA + PEDRO SOUSA

Dois duos em comunhão improvisada na primeira aparição pública de algo que vem sendo germinado mais ou menos secretamente há já algum tempo. Sobre Manuel Mota e Margarida Garcia já há muito que se sabe que são dois dos pilares essenciais da música neste país e um pouco por todo o lado. Imunes a quaisquer proposição estanque, comunicam de igual para igual com Pedro Sousa e Bruno Silva, respectivamente, num mindset tangente ao vazio como meio de albergar tudo nesse despique. Mota (guitarra eléctrica) e Sousa (saxofone barítono) a laminar toda e qualquer investida num diálogo escorreito de linguagem jazzística, para uma expressividade totalizante na fuga ao óbvio. Garcia (contrabaixo eléctrico) e Silva (guitarra eléctrica) num evocar profundo de notas em suspensão, ao encontro de um todo-nuvem a desaparecer continuamente.

entrada 5 euros

Concerto:::Diatribes e Abdul Moimême:::3 Fev 19h30

Concerto de apresentação de “Complaintes de Marée Basse” / [insubcd02]

O duo Suíço Diatribes e Abdul Moimême tocaram pela primeira vez na loja da Trem Azul, em Março 2009. A partir desse momento, escabelou-se uma estreita parceria entres os três músicos, levando-os a tocar no ‘Mapping Festival’ (Genebra) e a gravar um registo discográfico em Lisboa, no verão do mesmo ano. Seria lógico que no concerto de apresentação de “Complaintes de Marée Basse” o trio regressasse ‘à casa de partida’ do seu projecto.

Numa crítica ao disco Stuart Broomer descreve a música do trio:

“Por vezes o som e quase industrial — o raspar de metal, ou o som de grandes objectos a cair — noutras alturas ele é notavelmente delicado, pontuado por frágeis glissandi e pelo do roçar de cordas, apenas audível. […] É a permanente mudança de perspectiva, a oscilante sucessão de diferentes escalas — desde o interior de um armário até a um hangar de aviões — que transformam estes sons numa notável paisagem onírica.”

entrada 5 euros

FESTIVAL RESCALDO 010 – 20/21/22 JANEIRO

O festival RESCALDO apresenta em Lisboa, de 20 a 22 de Janeiro, nomes e projectos musicais que se destacaram da cena nacional em 2010, focando a programação nas movimentações emergentes da electrónica, da improvisação, do rock e do jazz que tornam inquietante a criatividade na música feita em Portugal.

Presente na capital desde 2008, a 4ª edição de RESCALDO conta com 9 concertos, um DJ Set, uma exposição de fotografia, uma banca de venda de publicações na área da banda desenhada e uma livraria itinerante, espalhados por 3 espaços ribeirinhos da cidade: no bar A Barraca do TeatroCinearte, em Santos, a Trem Azul Jazz Store e o bar Sol e Pesca, no Cais do Sodré.

PROGRAMA

QUI. 20 JANEIRO
——————————————————————————–
SUBTERMINAL // TEATRO A BARRACA // 23h00
Leonardo Rosado . composição, electrónicas, objectos, voz

MÁQUINA LÍRICA // TEATRO A BARRACA // 00h00
Joana Sá . piano preparado, electrónica
Marco Franco . bateria preparada, electrónica
——————————————————————————–
SEX.21 JANEIRO
——————————————————————————–
NUNO TORRES // SOL E PESCA // 19h30
Nuno Torres . saxofone alto

PÃO // TEATRO A BARRACA // 23h00
Tiago Sousa . teclados, harmonio
Pedro Sousa . saxofone tenor
Travassos . electrónica analógica

PEDRO GOMES / GABRIEL FERRANDINI // TEATRO A BARRACA // 00h00
Pedro Gomes . guitarra eléctrica
Gabriel Ferrandini . bateria, percussão
——————————————————————————–
SÁB. 22 JANEIRO
——————————————————————————–
DAVID MARANHA / MANUEL MOTA // TREM AZUL JAZZ STORE // 22h00
David Maranha . orgão
Manuel Mota . guitarra eléctrica

FILIPE FELIZARDO // TREM AZUL JAZZ STORE // 23h00
Felipe Felizardo . guitarra eléctrica

SUNFLARE // TREM AZUL JAZZ STORE // 00h00
Guilherme Canhão . guitarra eléctrica
Rui Nogueira . baixo
Rapha . bateria

unDJ MMMNNNRRRG // TREM AZUL JAZZ STORE // 01h00

FALHUMANA // TREM AZUL JAZZ STORE (SALINHA) // 01h30
Coisinho . baixo
Kung . guitarra e bateria
Trigger . bateria, contrabaixo e guitarra
Thembi Ramirez . guitarra e contrabaixo
Sam o Ray. baixo
Pinhatel . teclados
Prézi. bateria e percussões
Rook-la . guitarra e bateria
——————————————————————————–
20 / 21 JANEIRO // TEATRO A BARRACA // 23h00 > 02h00
——————————————————————————–
BANCA CHILI COM CARNE
A ESTANTE – LIVRARIA ITENERANTE
——————————————————————————–
19 JANEIRO > 28 FEVEREIRO // TREM AZUL JAZZ STORE // 10h00 > 19h30
——————————————————————————–
EXPOSIÇÃO DE FOTOGRAFIA DE VERA MARMELO
INAUGURAÇÃO // 18h30 // TREM AZUL JAZZ STORE
——————————————————————————–

——————————————————————————–
Entradas :
6€ > dia
12€ > 3 dias

Bilhetes á venda :
Trem azul, Teatro a Barraca

Mais informação em
http://rescaldo-festival.blogspot.com/

SALDOS!!!SALDOS!!!SALDOS!!!

SALDOSSALDOSSALDOSSALDOSSALDOSSALDOSSALDOSSALDOSSALDOSSALDOS

SALDOSSALDOSSALDOSSALDOSSALDOSSALDOSSALDOSSALDOSSALDOSSALDOS

SALDOSSALDOSSALDOSSALDOSSALDOSSALDOSSALDOSSALDOSSALDOSSALDOS

A Trem Azul Jazz Store começa o novo ano com saldos. A partir de segunda, 10 de Janeiro centenas de títulos podem ser comprados por preços a partir de 1€.

Blog em WordPress.com.