JAM – JAZZ AFTER MIDNIGHT | SÁB 14 AGOSTO | 00h

SABIR MATEEN / INGEBRIGT HAKER FLATEN / RAYMOND STRID

SABIR MATEEN
saxofone alto, clarinete

INGEBRIGT HAKER FLATEN
contrabaixo

RAYMOND STRID
bateria

A reunião de Sabir Mateen, Ingebrigt Haker Flaten e Raymond Strid, três das figuras de relevo do jazz progressivo actualmente praticado nos Estados Unidos e na Europa, promete uma JAM – Jazz after Midnight viva, intensa e de amplas aberturas. Uma música em que a improvisação é não apenas um processo, uma técnica, como também uma estética plenamente assumida. Mateen é um dos principais protagonistas de todas as fórmulas surgidas na herança da New Thing das décadas de 1960 e 1970. Seja com uma postura “neo”, “pós” ou apostada no híbrido free bop, o saxofonista, clarinetista e flautista é uma presença comum na cena internacional, seja liderando os seus próprios grupos ou emparceirando com músicos como Hilliard Greene, Roy Campbell, Daniel Carter, William Parker, Matthew Shipp, Steve Swell e até Michiko, de uma das formações chave da presente movimentação do rock psicadélico, No-Neck Blues Band. Flaten é um dos mais conceituados contrabaixistas e baixistas eléctricos da actualidade, membro das bandas The Thing, Scorch Trio e Atomic, indo do hard bop e do free jazz até ao free rock e mais além, designadamente o noise. Baterista e percussionista de múltiplos recursos, Strid está, por sua vez, na fronteira entre o free e a música livremente improvisada, nunca se sabendo se vai ser “idiomático” (isto é, se vai swingar) ou se preferirá trabalhar texturas abstractas. Um “power trio” para um concerto inesquecível…

Trem Azul Jazz Store (Rua do Alecrim, 21 A, Lisboa)
Entrada Livre

Anúncios

Horário de Agosto 2010

Horário de Agosto 2010
2ª a 6ª das 12h00 às 19h30
Encerramos ao sábado

Pamelia Kurstin | seg 2 AGO|21H30 TREM AZUL JAZZ STORE

Pamelia Kurstin teremim e voz

 
Pamelia Kurstin nasceu em 1976 na Califórnia e é conhecida mundialmente pela sensibilidade com que explora o teremim. Durante o seu percurso tocou e gravou com artistas prestigiados como David Byrne, Béla Fleck, Otto Lechner e Ulver. A sua formação como intérprete de jazz e a prática de baixo eléctrico nos projectos a que pertencia, levou-a ao aperfeiçoamento da técnica “walking bass” aplicada ao teremim. 

O seu primeiro trabalho a solo “Thinking out Loud” foi gravado em 2007 para a Tzadik, a editora de John Zorn. A partir desse momento entregou-se a inúmeros projectos, entre os quais se destacam as suas composições para uma orquestra de teremins – uma peça encomendada pela CNN – e a sua presença no famoso documentário “MOOG” acerca do pioneiro e lendário Robert Moog.

Pamelia Kurstin, que se encontra em Portugal para apresentar o seu mais recente trabalho com o projecto “Barbez”, no Festival de Músicas do Mundo de Sines, actuará na Trem Azul Jazz Store, segunda, 2 de Agosto, às 21h30, um concerto onde vamos ter o privilégio de ouvir toda a sua mestria num solo de teremim e voz.

entrada 3 euros

Create a free website or blog at WordPress.com.