Video da Semana

 Jonas Kullhammar – plays loud for the people

Anúncios

SALDOS | Oportunidade única

SALDOSSALDOSSALDOSSALDOSSALDOSSALDOSSALDOSSALDOSSALDOSSALDOS

SALDOSSALDOSSALDOSSALDOSSALDOSSALDOSSALDOSSALDOSSALDOSSALDOS

SALDOSSALDOSSALDOSSALDOSSALDOSSALDOSSALDOSSALDOSSALDOSSALDOS

saldos.jpg

Vários títulos das editoras Knitting Factory, Label Bleu , CAM Jazz, Delmark, Philology, Palmetto, Fresh Sound, Futura/Marge, Arkadia Jazz, e Thrill Jockey

Palavras e música com Etsuko Kimura & Miguel Leiria Pereira

Concerto
Sábado 26 Jan
18h00
lpob.jpg

Etsuko Kimura voz

Miguel Leiria Pereira contrabaixo

 

A partilha de experiências entre as palavras e a música.

 

http://www.myspace.com/etsukokimura

http://www.myspace.com/miguelleiria

entrada 3 euros


Concerto Cacto

17 Jan

19h30

CACTO

cactonews.jpg

Nuno Torres saxofone alto
Ricardo Jacinto violoncelo

Os Cacto formaram-se em 2005. Nuno Torres colabora em vários projectos, Variable Geometry Orchestra, Ernesto Rodrigues, Julliane Sailer, Toshio Kajiuara, Manuel Mota e David Maranha. Ricardo Jacinto toca habitualmente com Manuel Pinheiro, André Sier e Adriana Sá.

http://www.myspace.com/cactotj

entrada 3 euros

Concerto Carlos “Zíngaro” Trio

11 Janeiro

19h30

zing08.jpg

Carlos “Zíngaro” violino

Gonçalo Almeida contrabaixo

Marco Franco bateria

O melhor da improvisação livremente praticada, ou seja, sem ter como linha condutora uma partitura

previamente estabelecida, ainda são os encontros inéditos, em que tudo está em aberto e tudo é descoberta e tentativa. O trio de Carlos “Zíngaro” (violino), Gonçalo Almeida (contrabaixo) e Marco Franco (bateria) estreia-se em absoluto (sem nenhuns ensaios anteriores) neste concerto na

Trem Azul Jazz Store. Se o violinista e o baterista já tocaram juntos em outras ocasiões, na maior parte delas também “sem rede”, é a primeira vez que o contrabaixista os encontra. O factor humano, mais do que o propriamente musical, é o que mais conta neste contexto. Os seres humanosconhecem-se melhor através da interacção musical espontânea, forma suprema de comunicação, do que pela mediação das palavras faladas e dos códigos escritos. É no momento da criação colectiva que ficam a saber o que têm de comum e o que os distingue, a diferença tendo tanta importância ou mais do que a unicidade de conceitos, técnicas e imaginários. Quando se trata de improvisação, sabemos que uma performance

pode resultar ou não, ou que pode resultar nuns momentos e noutros ficar à deriva. Essas são as regras do jogo que todos, músicos e público, têm de aceitar à partida, mas quando se trata de improvisadores e instrumentistas de talentos excepcionais e larga experiência, como é o caso, a expectativa é a de que algo de especial aconteça. Para todos os efeitos, quantos primeiros encontros como este se transformaram em grandes projectos? Oiçamos, então, o que se vai semear no próximo dia 11 de Janeiro, às 19:30…

Rui Eduardo Paes

Lisboa, Janeiro de 2008

Entrada 3 euros

Exposição “Campo de Ourique FOREVER!”

Exposição de Joana Viegas

de 9Jan a 4Fev

expoviegas.jpg

Joana Viegas é uma ilustradora nascida em Lisboa há 31 anos. Em Lisboa, quer dizer em Campo de Ourique!
Um lugar aprazível, onde toda a gente gosta de morar, e que deixa uma imensa saudade!
Daí, uma justa homenagem aos recantos eternos que não souberam mudar…

Create a free website or blog at WordPress.com.