Concerto Arrington de Dionyso na Trem Azul

dio2.jpg

Arrington De Dionyso (n. 1975), clarinetista e artista plástico de Olympia, Washington, utiliza os territórios da improvisação com voz, clarinete baixo, “chaleira, jornal e khomuz siberiano” (algo que soa a berimbau), sem o uso de overdubbing ou efeitos electrónicos. Esta prevenção é importante, porque frequentemente os sons produzidos pelo solista parecerem ter origem em fonte electrónica ou ter ocorrido em momentos diferidos. Arrington encontra-se do lado de fora do jazz, do rock, da folk. A solo ou com os Old Time Relijun (mítico grupo avant-rock da K Records), Arrington transcende o real, revolvendo radicalmente as entranhas da prática convencional. Épico, assustador e inesquecível, tudo em doses absurdamente variáveis.

Além de shamanista invocador de espíritos e de aqui e ali debicar no folk judaico, Arrington de Dionyso é, sobretudo, um bom clarinetista e improvisador. Numa linguagem musical moderna, combina o som ácido que extrai dos instrumentos, com interessantes vocalizações guturais em simultâneo, efeitos sonoros que recuperam boa parte da adrenalina e da iconoclastia do Old Time Relijun. De Dionyso, personagem de mistério, cria um complexo desenho musical com os traços bem marcados das suas fantasias primitivistas e consegue agarrar os ouvinte pelos tomates.

Arrington de Dionyso percorre territórios situados na fronteira entre o surrealismo, a tradição americana do rock’n’roll e o xamanismo. Estudante de etnomusicologia, dança Butoh e musicoterapia, de Dionyso tem actuado em todo o Mundo com a sua banda Old Time Relijun ou a solo, com improvisações em clarinete baixo, berimbau de boca e voz, neste último caso seguindo uma tradição que o próprio atribui a um cruzamento entre o canto de garganta siberiano e a espiritualidade de Albert Ayler e Captain Beefheart. Auto-descrito como “O James Bond da improvisação”, as suas actuações a solo distinguem-se por um delicado equilíbrio entre o êxtase e a loucura. Como actividades paralelas, Arrington de Dionyso conta a realização de workshops de improvisação vocal, exposições dos seus desenhos e pinturas, e a organização anual do Olympia Festival of Experimental Musics, nos EUA.

 

16.05  quarta-feira

19H30 | 3 €

Concerto realizado em parceria com a Associação Binaural

http://www.binauralmedia.org

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

site na WordPress.com.

%d bloggers like this: